Qualidade do solo e degradação ambiental

Qualidade do solo e degradação ambiental

Parte 2 de 2

Outra noção bem corrente de sustentabilidade defende a preservação dos recursos naturais com crescimento econômico (SILVA, 1998). Do ponto de vista ecológico, a concepção de agricultura sustentável, segundo RHEINHEIMER et al. (2003), deve buscar a convivência de práticas agrícolas e de preservação ambiental da paisagem e especialmente da biodiversidade e dos mananciais de água, diminuindo dessa forma os impactos negativos da agricultura na qualidade das águas.

O conceito de desenvolvimento sustentável fornece uma estrutura para a integração de políticas ambientais e estratégias de desenvolvimento, procurando atender as necessidades e aspirações do presente sem comprometer a possibilidade de atendê-las no futuro, lembrando que sempre há o risco de que o crescimento econômico prejudique o meio ambiente, uma vez que ele aumenta a pressão sobre os recursos ambientais (SCHNEIDER, 2006). A substituição das áreas de florestas naturais, pelo uso agrícola de forma intensiva, torna os solos vulneráveis, com mudanças na sua estrutura e porosidade causando diminuição de infiltração e retenção de água nos solos.

O uso inadequado dos solos associados à adoção de pacotes tecnológicos sem preocupação ecológica tornou a agricultura uma fonte de poluição difusa gerando um agroecossistema frágil e não sustentável (RHEINHEIMER et al., 2003).

Agradecemos a participação e contribuição desse importante trabalho que foi desenvolvido um estudo sobre a pesquisa feita pela Janaína Ferreira Guidolini, Engenheira Agrônoma e Tecnóloga em Gestão Ambiental

Mestrada em Agronomia (Ciência do Solo)

Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”- Campus Jaboticabal-SP



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>